Acesse a
extranet

Menu

Notícias

15 de março de 2018

Eunício empossa jovens senadores e dá boas vindas a participante cearense

Os vencedores da Programa Jovem Senador em visita ao Senado

O presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), comandou, nesta terça-feira (28), a cerimônia que deu posse aos 27 jovens senadores, vencedores da edição 2017 do Programa Jovem Senador.

Antes de iniciar a sessão, o parlamentar recebeu o jovem senador representante do Ceará, Antônio Weberton Lopes da Silva, estudante da Escola Profissionalizante Maria Dolores, na cidade de Horizonte.

“É com grande alegria e orgulho que recebemos Antônio Weberton, estudante do nosso Ceará. Ele representa a garra, dedicação e inspiração para muitas gerações, inclusive para nós, senadores. É justamente a oportunidade de viver essa experiência que nos faz enxergar ainda mais a realidade, diferenças e anseios de cada localidade, de cada comunidade”, ressaltou.

“A recepção feita pelo presidente do Senado, Eunício Oliveira, foi ainda mais impactante. Por ele ser do Ceará. E esse era um sonho meu e da minha família. Ter um contato com o representante político do nosso estado que exerce muito bem o seu trabalho”, disse Weberton.

Segundo o presidente do Senado, há quase uma década, o concurso de redação e o projeto jovem senador proporcionam a milhares de estudantes Brasileiros a oportunidade de pensar, de refletir, de discutir e de colocar no papel temas de extrema importância para o Brasil e para o mundo. Eunício chamou a atenção dos presentes para a grande quantidade de inscrições, que vem crescendo a cada ano.

“Apenas neste ano, tivemos a participação de quase 154 mil estudantes, mais de 10 mil professores orientadores, e mais de duas mil escolas de todo o país. É um programa virtuoso, que reeditamos anualmente e que, ao longo dos últimos sete anos, somou mais de meio milhão de redações avaliadas e um milhão, duzentos e cinquenta mil alunos mobilizados. A grande importância desses números é o envolvimento de centenas de milhares de jovens, professores e escolas com questões e problemas que são discutidos correntemente aqui, no Senado Federal, nos gabinetes, nas comissões, nas audiências públicas e no plenário. Uma demonstração, um testemunho de que este Senado Federal ouve a voz das ruas, está atento às demandas da sociedade organizada e das minorias”, destacou Eunício.

O Programa Jovem Senador já tratou de temas como a cidadania, o municipalismo, a participação política, o esporte e a importância de empenho dos jovens na construção de um Brasil melhor.  E, neste ano, trata do “Brasil plural: para falar de intolerância”. Segundo o presidente do Senado, Eunício Oliveira, a proposta do Programa Jovem Senador deste ano dificilmente poderia ter sido mais feliz.

“A intolerância — que se manifesta sob as formas mais diversas e mais perversas — é uma das maiores ameaças que qualquer sociedade, qualquer país, qualquer nação pode enfrentar. Nosso país, o que lamentamos, tem se deparado com exemplos quase diários de intolerância e desapreço pela diversidade e pela pluralidade. E essa intolerância assume as configurações mais diversas, que vão do sectarismo político às agressões — muitas vezes covardes — contra crianças, cujo único pecado é, justamente, a inocência. Como bem lembrou meu conterrâneo, o jovem senador Antônio Weberton Lopes da Silva, que vem lá do meu querido Ceará, da cidade de Horizonte, às vezes ‘é mais fácil desintegrar um átomo do que um preconceito", explicou Eunício.

Ao encerrar o discurso, o presidente do Senado, Eunício Oliveira, agradeceu a toda a equipe envolvida na organização do programa.
Instagram