Acesse a
extranet

Menu

Notícias

15 de março de 2018

Comitê gestor do site do Senado tomou medidas para facilitar a navegabilidade



Os avanços obtidos pelo Comitê Gestor do site do Senado em 2017 são relacionados às facilidades desenvolvidas para melhorar a navegação e a busca de conteúdo pelos usuários da página eletrônica, disse nesta quinta-feira (18) Washington Brito, secretário-executivo do órgão, vinculado à Diretoria-Geral. Ele também afirma que as inovações na área de transparência foram obtidas com a colaboração intersetorial para a troca de ideias, experiências e tecnologia.

"Uma gama de mudanças tornou o Portal do Senado mais intuitivo e de mais fácil uso pela população. Tudo isso seguindo padrão visual e de navegação mais uniforme e simples. Além disso, todas as páginas e portais que compreendem o site do Senado passam a ter um gestor responsável por sua atualização e manutenção, o que facilita o gerenciamento do grande volume de informações", afirmou.

As páginas sobre Perguntas Frequentes, Dados Abertos e a Carta de Serviços são novidades enumeradas pelo secretário-executivo do comitê. Ele informa que a área de perguntas frequentes foi reestruturada, tornando mais fácil a pesquisa por assunto e permitindo a filtragem das perguntas relativas a um portal específico.

Além do visual mais moderno, a ferramenta possibilita maior autonomia às áreas responsáveis pelo provimento de conteúdo, visto que cada uma pode disponibilizar as perguntas que considerar mais relevantes de forma independente.

Sobre os Dados Abertos, o servidor afirmou que a nova página é visualmente mais moderna e utiliza a mesma tecnologia usada em vários portais do Senado. Ao indicar os colegas do Núcleo de Modernização da Informação Legislativa (NMIL) como responsáveis pelo desenvolvimento da página, ele informou ser possível às áreas responsáveis pelas informações ter autonomia para divulgar os serviços de dados abertos. Além disso, a busca por assuntos facilita ao usuário encontrar rapidamente os conteúdos.

"A ferramenta anterior, usada para divulgar os dados abertos, apesar de ser bem consolidada no mercado, exigia um esforço significativo para o Prodasen fazer as atualizações de software e manter o aspecto visual padrão do Senado" avaliou Washington Brito.

O servidor conta que a página com a Carta de Serviços atende as exigências da Lei 13.460/2017, sobre participação, proteção e defesa dos direitos do usuário dos serviços da administração pública.

"É importante registrar a participação direta, além de outras áreas envolvidas indiretamente, do Prodasen, por meio da Coordenação de Soluções de Tecnologia da Informação Corporativa [Costic], do Serviço de Soluções para Portais [Sepor], do Serviço de Arquitetura da Informação e Design [SEAIND] e da Coordenação de Informática Legislativa e Parlamentar [COLEP]", ressaltou o servidor sobre as atividades realizadas.

Outras atividades

Portal Institucional - O novo portal, lançado no ano passado, ficou mais intuitivo em sua navegação, tanto pelo padrão visual como pelas ferramentas que simplificam as buscas e encurtam o caminho entre o cidadão e as informações.

Portal do Congresso - O novo portal facilita o acesso às informações de matérias em tramitação. Uma linha do tempo colorida permite que se saiba em que fase da tramitação a matéria (medidas provisórias, vetos e matérias orçamentárias) está e que número tem em cada Casa ou no Congresso.

Portal do Orçamento - A análise de dados do Orçamento federal ficou mais fácil mesmo para o cidadão que não é especialista no assunto, graças a novas ferramentas para acompanhamento das matérias.

Revista de Informação Legislativa - o maior benefício proporcionado pelo novo portal da Revista de Informação Legislativa, tradicional foco de debates sobre a produção de leis, foi a adequação às exigências técnicas do Google Acadêmico (maior portal de busca de conteúdo acadêmico do mundo) para indexação dos artigos da revista. Essa adaptação foi uma das exigências para que a revista alcançasse a classificação A no Qualis, sistema de avaliação de periódicos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

Escola de Governo - Na página do Instituto Legislativo Brasileiro (ILB), a escola de governo do Senado, qualquer pessoa pode encontrar com facilidade informações sobre os diversos treinamentos e capacitações que a Casa oferece a servidores e cidadãos. Tudo em um mesmo lugar, com navegação mais fácil e intuitiva. O Saberes, plataforma de ensino a distância do ILB, também ganhou uma nova versão, mais moderna e fácil de usar.

Hotsites - Três hotsites foram criados em 2017: o do especial sobre os 30 anos da Constituição (em parceria com a Câmara dos Deputados), abrindo as comemorações do aniversário da Carta que completa três décadas em 5 de outubro; o do seminário Bibliotecas Hoje; e o da exposição As Fallas do Throno.

IFI - A Instituição Fiscal Independente também ganhou espaço no novo portal do Senado, trazendo informações e estudos macroeconômicos que servem a parlamentares, jornalistas e especialistas da área.

Delegacia Virtual - O Senado passou a contar também com uma Delegacia Virtual, que permite registrar boletins de ocorrência, denúncias anônimas e ter informações sobre credenciamento, achados e perdidos, além de dicas de segurança.

Agência Senado, com informações do Comitê Gestor do Site do Senado Federal.
Instagram